George Carlin - Dumb Americans

George Carlin foi um humorista norte-americano, uma espécie de bobo da corte. Falava o que muitos pensavam mas não tinham coragem de dizer. Carlin tinha visão crítica dos Estados Unidos, que poderia servir também para nós brasileiros. Fomos ensinados para sermos trabalhadores obedientes e consumidores compulsivos, não para termos pensamento crítico. Separe 10 minutos para assistir este trecho da palestra.


Abaixo vai a transcrição.

Dumb Americans

But say what you want about America. Land of the free, home of the brave. We’ve got some dumb-ass motherfuckers floating around this country. Dumb-ass motherfuckers, you know. Now, obviously that doesn’t include this audience. I understand that. You seem intelligent and perceptive but the rest of them, holy jumping fucking shit balls. Dumber than a second coat of paint.

O vira-latas e a revolução da Sociedade em Rede

Por Dado Salem
Junho 2021



O vira-latas é o canivete suiço dos cachorros, pau pra toda obra, jack of all trades como dizem os norte-americanos. Criados na natureza urbana, são os lobos do asfalto. De fome não morrem. Sua natureza versátil, múltipla, os faz saber exatamente onde encontrar o que precisam e se reproduzem a valer. A adaptabilidade os torna capazes de sobreviver em realidades distintas.

Em contrapartida, os cães de raça – especialistas em determinadas funções – costumam ser caros, dependentes e ter saúde mais frágil. Isso significa que, se forem tirados de seu ambiente protegido e previsível, se não recuperam sua natureza essencial, é improvável que sobrevivam.

Na transição da Sociedade Industrial, estável e conhecida, para o mundo incerto e cambiante da Sociedade em Rede, diplomas e especializações têm a mesma utilidade que um pedigree para um cão de raça que foi abandonado pelo seu dono e posto na rua.

Na Sociedade em Rede estamos sempre em contato com coisas que não temos domínio. Quando nos apropriamos de um ambiente e achamos que estamos no controle, é justamente quando não podemos relaxar, porque o que é tendência agora, amanhã já está velho. Não há garantia de que o que está funcionando continuará. São várias redes com linguagens diferentes que estão aparecendo… e morendo. É tudo muito rápido, instável, volátil. A cada dia há uma oportunidade diferente ou nova.