Maestria - a arte de se tornar ninguém

por Dado Salem
Junho 2021

Tenho o hábito de escrever para mim mesmo coisas que acho importante lembrar. Releio elas com alguma frequência para não esquecer. Esse texto escrevi pensando no meu trabalho como facilitador de diálogos e orientador de carreiras. Compartilho porque acho que pode ser útil e servir para outros casos também. 



A maestria é fruto de um longo caminho, uma busca eterna e não é aprendida facilmente.

Há que se render, se entregar ao ofício como um artesão. Se seu objetivo for ganhar dinheiro, então não trilhe este caminho. Existem opções mais lucrativas. Mas se quiser buscar a maestria, aprenda a ter uma vida simples.

É preciso acalmar a mente, deixar de lado os medos e o desejo de sucesso. Uma mente inquieta impede o estado de espírito necessário. Deixe os pensamentos e sentimentos aflorarem, não os reprima, apenas os observe.

Observe e ouça atentamente os seus mestres. Se concentre em fazer bem feito, na vontade de sempre estudar e aprender. Se concentre também na perseverança, porque a jornada é longa, árdua e não faltarão ocasiões para você desistir. Muitos abandonam no meio do caminho. Nem todos tem a disciplina e a força de caráter necessárias para continuar.

O progresso em direção à maestria é um aprendizado lento, que acontece em etapas. Há que ter paciência,  gentileza e humildade, mas sem perder a autoconfiança. É preciso reconhecer erros e aprender com eles, porque quem não aprende está destinado a repetí-los.

Os bons momentos te darão força, aproveite eles, mas esqueça o reconhecimento e principalmente não ache que já sabe o suficiente quando tiver algum sucesso. 

Não controlamos os acontecimentos. Em geral as circunstâncias são ambíguas, contraditórias, há múltiplas perspectivas, pontos de vista, incertezas. Não sabemos qual novo aspecto vamos descobrir em cada momento. É preciso estar aberto para o que vier e como vier, espontaneamente.

Aprenda a técnica mas não se prenda a tecnicidades. Você pode praticar por muitos anos e ter domínio da técnica, mas isso não te dará a maestria. A técnica é apenas um meio, ela pode ser ensinada, a maestria não.

A maestria é o fruto que cai na hora certa, depois de muitos anos de experiência, somada ao estudo honesto e sincero, quando se serve a um ofício e não procura se servir dele. Finalmente ela penetra na consciência e se manifesta por meio de pensamentos e ações.

Mas aí há um novo começo. A consolidação da maestria exige um aprimoramento constante e um exercício contínuo, preservando a serenidade a modéstia. A vaidade estará sempre por perto como uma armadilha, pronta para puxar o tapete e embrutecer a figura daquele que se eleva. Os cantos das sereias são irresistíveis. Amarre-se ao mastro, e se perguntarem seu nome, diga que é Ninguém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário